Pular para o conteúdo principal

Das coisas tuas

Tuas pernas tão minhas
Teus lábios tão meus
Meus olhos tão teus
Teus cabelos, só meus
Teus gestos, tuas linhas...

Ah, mulher! Tanta coisa em ti para ler
Tanto há em ti para entender
Tantos mistérios para desvendar
Tantos medos para calar...
E eu só sei devorar-te com o olhar!

Ah, tuas curvas, voltas tuas!
Ah, teu sorriso, mistério teu!
Minhas esperanças vagam nuas
Nas voltas dos sonhos meus

Devoro-te...
Decoro-te...
Aprendo-te...
Desvendo-te...

E tua coisa toda certa
Tua mente tão aberta
Tua boca, tão esperta
Tua pele, tua íris
Os teus olhos – arco-íris
Tua voz, minha paz
E essa coisa tua, tua, e só tua
É que me faz...
Faz-me teu, teu, e só teu


Comentários

Postagens mais visitadas